Olá! Hoje é dia 20 Setembro de 2017

5.ª Edição do Concurso Todos Contam

A 5.ª edição do Concurso Todos Contam distingue os projetos de educação financeira a serem implementados, no ano letivo 2016/2017, em agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas, estabelecimentos de ensino particulares e cooperativos e escolas profissionais que ministrem a educação pré-escolar e o ensino básico e secundário.

A 5.ª edição do Concurso Todos Contam distingue os projetos de educação financeira a serem implementados, no ano letivo 2016/2017, em agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas, estabelecimentos de ensino particulares e cooperativos e escolas profissionais que ministrem a educação pré-escolar e o ensino básico e secundário.

todos-contam

As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira para o ano letivo de 2016/2017 até ao dia 17 de outubro de 2016, através do email concurso@todoscontam.pt.

Candidaturas até 17 de outubro

Este concurso organizado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.

Prémios

Serão atribuídos cinco prémios, constituídos por livros e materiais escolares: um para a educação pré-escolar, um por cada um dos três ciclos do ensino básico e um para o ensino secundário.

A entrega dos prémios será faseada: metade do valor do prémio será atribuída após o anúncio oficial dos vencedores no Dia da Formação Financeira, a 2 de novembro de 2016, e o restante após o final do ano letivo 2016/2017, mediante prova da efetiva implementação dos projetos.

Tendo por base o Referencial de Educação Financeira para a Educação Pré-Escolar, o Ensino Básico, o Ensino Secundário e a Educação e Formação de Adultos, os projetos candidatos devem sensibilizar os alunos para a importância dos conhecimentos financeiros no quotidiano, desenvolver conhecimentos e capacidades financeiras, promover comportamentos e atitudes financeiras adequados, criar hábitos de poupança e divulgar o portal do Plano Nacional de Formação Financeira – “Todos Contam”.

A avaliação dos projetos a concurso terá em consideração a qualidade pedagógica e científica no desenvolvimento de temáticas do Referencial de Educação Financeira, a criatividade e a relevância, o envolvimento da comunidade escolar, a viabilidade e a exequibilidade e a utilização dos materiais e da informação disponíveis no portal Todos Contam.

Regulamento

O regulamento do Concurso Todos Contam pode ser consultado aqui.

Júri

O Júri do Concurso Todos Contam é constituído pela Dr.ª Isabel Alçada (que preside), pela Dr.ª Maria Emília Brederode Santos, pela Dr.ª Maria Amélia Cupertino de Miranda, pelo Diretor-Geral da Direção-Geral da Educação, Dr. José Vítor Pedroso, e pela representante da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, Dr.ª Cristina Pereira.