17 Maio, 2016

Bons Hábitos no Consumo de Energia

Energia

Começam hoje, nas escolas DECOJovem, as Consumer.TALKS - À caça da Energia Fantasma. Até dia 27 de maio, as equipas da DECOJovem irão sensibilizar os jovens consumidores para a importância de adotar comportamentos mais sustentáveis no consumo de energia, nas suas casas, passando pela importância da etiqueta energética na compra de equipamentos, até às vantagens do uso de energias renováveis.

A energia elétrica está sempre presente em nosso quotidiano. Usamos energia quando fazemos a nossa higiene pessoal, na limpeza das nossas casas, na preparação e conservação de nossos alimentos, quando comunicamos, e em tantas outras ações do nosso dia-a-dia. Para conseguirmos realizar muitas das nossas atividades necessitamos de alguns equipamentos movidos a energia: o telemóvel, o aspirador, o forno elétrico, o liquidificador, a batedeira, o frigorífico, o tablet, o computador, a televisão, o ar condicionado, o elevador, e tantos outros.

Na nossa sociedade é impensável viver sem energia!

Os constantes desenvolvimentos na nossa sociedade têm conduzido à dependência das principais fontes de energia (fontes não renováveis), tais como os combustíveis fósseis – carvão (mais poluente), petróleo, gás natural (menos poluente). Devemos ter, ainda. em conta que ser “não renovável” significa que o seu período de utilização tem um fim à vista.

As energias não renováveis são igualmente mais  poluentes, sendo por isso urgente a necessidade de reduzir a nossa dependência destes recursos. A maior preocupação com fontes de energia não renováveis, como o petróleo, prende-se com o agravamento do Efeito de Estufa, em consequência da emissão de gases durante a queima de combustíveis fósseis, provocando alterações climáticas e as suas implicações.

Energias Renováveis

A importância do uso das energias renováveis está na utilização de recursos mais baratos e na preservação do meio ambiente, pois a maioria utiliza meios naturais, abundantes e reaproveitáveis para produção de energia elétrica.

As fontes de energia renovável são aquelas em que os recursos naturais utilizados são capazes de se regenerar, ou seja, são inesgotáveis, diferente de fontes não renováveis, como o petróleo. As fontes de energia renovável mais conhecidas são: eólica, solar, biomassa, biocombustível, biogás, geotérmica, hidrelétrica e energia do mar.

Gestos simples para um consumo mais sustentável de energia

Qualquer equipamento que utilizamos no nosso dia-a-dia converte a energia que recebe de várias fontes noutras formas de energia. Porém, nem toda a energia transferida é utilizada na realização da tarefa para a qual foi concebida.
Na verdade, grande parte dessa energia perde-se quando não utilizamos os equipamentos mais adequados. A este fenómeno junta-se o facto de desperdiçarmos muita energia.

A resposta para um consumo mais eficiente de energia pode passar por pequenos gestos que reduzem o consumo de energia, os impactes no ambiente e consequentemente a fatura da energia e do orçamento familiar. Por exemplo: boas práticas na utilização da energia através da escolha dos equipamentos energeticamente eficientes e da utilização de sistemas de energia renováveis, para o aquecimento de águas sanitárias.

Desligar sempre os carregadores de telemóveis, tablets, e leitores de mp4 da ficha depois de os carregar (para que não continuem a consumir energia); a utilizar o microondas em detrimento do forno tradicional (pode reduzir o consumo de energia em cerca de 60 a 70%); ou desligar o stand by das televisões e computadores (a luzinha vermelha pode ser responsável por cerca de 5% da electricidade consumida em sua casa) são alguns gestos que marcam a diferença.

Consumer.TALKS na escola

Para sensibilizar os jovens consumidores sobre o consumo sustentável de energia, a DECOJovem, está a partir de hoje (e até dia 27 de maio) nas escolas aderentes, com as Consumer.TALKS – À caça da Energia Fantasma!

Saiba como marcar esta ação na sua escola, aqui.

Com o apoio de…

CLEAR_LOGO_HOUSELogo_LabelPackA_RGB