22 Setembro, 2015

Tudo o que precisa de saber no Regresso às Aulas!

Educação do consumidor

Chegou a hora de pensar no que os estudantes precisam para um regresso às aulas em pleno! Siga as nossas dicas e veja os seus pequenos a entrarem nas aulas em grande.

8 Dicas importantes no regresso às aulas

Com o fim do mês de agosto e das férias, chegou a hora de pensar no que os estudantes precisam para um regresso às aulas em pleno! É que setembro está já aí à porta e as aulas vão começar!

Dica 1

Vai precisar de manuais escolares. Sempre que possível e de forma a gerir o seu orçamento, verifique se é possível reutilizar manuais escolares de um irmão ou amigo mais velho e que estejam em bom estado.

Procure ainda a troca de livros, recorrendo a bancos de recolha e partilha gratuita.

Dica 2

Dê uma vista de olhos no material escolar do ano letivo anterior e selecione aquele que ainda está em bom estado e que possa ser utilizado até esgotar.

Dica 3

Para não perder a cabeça nas compras, pesquise o material, planeie as suas compras, compare preços e não se precipite… faça uma lista de compras!

Aquando da compra do material escolar, dê prioridade à qualidade e durabilidade dos produtos e preste atenção à rotulagem e às instruções constantes nas embalagens dos mesmos.

Prefira, ainda, as borrachas, canetas e lápis tradicionais, sem aromas ou perfumes e sem verniz; prefira pastas, dossiês e cadernos mais resistentes, para que durem todo o ano; escolha canetas de feltro à base de água e mochilas e borrachas sem PVC, ftalatos ou bisfetol A.

Dica 4

Opte por um consumo ambientalmente responsável, preferindo cadernos, agendas e pastas em material reciclado, lápis produzidos com madeiras certificadas de reflorestamentos e canetas produzidas com materiais biodegradáveis.

Dica 5

Escolha uma mochila adequada à estatura da criança e que não seja demasiado pesada quando vazia (uma mochila vazia não deve pesar mais do que meio quilo). Escolha mochilas de modelos anatómicos, com alças largas e acolchoadas.

A criança deve experimentar a mochila, por isso leve-a consigo às compras e deixe-a participar na escolha. Explique-lhe a importância da lista de compras e das escolhas conscientes e responsáveis, dentro de um orçamento previamente estipulado em casa. Esta é uma experiência muito significativa e importante para o crescimento dos mais novos!

Como utilizar a mochila?

mochila

mochilamochila

mochilamochilaA mochila deverá ficar bem colocada nos ombros para proteger as costas. As alças devem acolchoadas e reguladas para que fique colocada acima da anca da criança. A mochila e respetivo conteúdo não devem exceder 10% do seu peso corporal, ou seja, para uma criança de 25 kg, a sua mochila deverá pesar no máximo 2,5 kg. O conteúdo da mochila deverá ser verificado diariamente para assegurar que ela transporta o que é necessário, no dia-a-dia. Ao arrumar o material, coloque os objetos mais pesados e volumosos, como os livros, na vertical, o mais próximo possível das costas. O peso deve estar bem repartido.

Escolha mochilas, ainda, mochilas com bandas refletoras, caso o seu educando se desloque a pé, junto à estrada; com cinto regulável, para ajudar a distribuir o peso da mochila sem sobrecarregar os ombros e a coluna; com fivelas práticas resistentes para ajustar bem a mochila ao corpo; por fim, explique ao seu educando que deve usar sempre a mochila bem assente nos dois ombros.

Se optar por comprar uma mochila com rodas, verifique se esta é bem resistente e se o seu educando não estica demasiado o braço ou dobra o corpo ao puxar. Veja o Dossier Regresso às Aulas, da DECO Proteste de 25 de agosto de 2015.

Dica 6

Lanches e água: Se vai enviar água para o seu educando beber, opte por uma garrafa reutilizável! Aproveite algumas ideias para lanches saudáveis que podem ser levados para a escola, na campanha da DECO, Fica na Linha.

0801-Sustentabilidade-Reaproveitamento

Utilize recipientes adequados para a comida e bebida e que contenham a menção “Próprio para alimentos” ou o símbolo:

pr_para_consumo

Dica 7

Peça fatura do material que comprar. Na declaração do IRS que entregar em 2016, o Fisco vai considerar 30% das despesas de educação até ao máximo de 800 euros. Para usufruir destas deduções, guarde todos os comprovativos e faça do e-fatura o seu melhor amigo. Se vai adquirir produtos em supermercados, peça a fatura do material escolar em separado, com o número de contribuinte do educando.

Posteriormente, consulte e valide as despesas introduzidas em nome dos seus filhos, no campo das despesas de educação. Guarde os comprovativos de compra!

Dica 8

Na compra de um computador ou da máquina calculadora, verifique se estes têm colocado, de modo visível e legível, a “marcação CE” no próprio equipamento, na sua embalagem, nas instruções de utilização ou na documentação relativa à garantia do produto (A marcação CE é obrigatória e significa que o produto está conforme com os requisitos legais).

Conformité_Européenne_(logo).svg
Preste particular atenção à rotulagem e opte por equipamentos que garantam melhores níveis de eficiência energética. Na dúvida peça conselho junto do vendedor. Antes de comprar qualquer produto verifique se é possível a sua troca e/ou devolução e em que condições o vendedor se dispõe a fazê-lo.

Por fim, guarde sempre o recibo de compra para efeitos de garantia. Salvo nas situações de mau uso, quando o produto apresenta defeitos dentro do prazo de garantia de 2 anos, deverá contactar o vendedor para que seja substituído.

Se comprar algum produto na Internet, em caso de arrependimento da compra, tem até 14 dias para resolver o contrato, sem qualquer encargo ou apresentação de justificação.

Para saber mais sobre este direito consulte o Portal do Consumidor, em www.consumidor.pt.

E por fim podemos ter uma conclusão engraçada e tal na forma de quote, só para ganhar mais destaque.