O mal que faz o Desperdício Alimentar!

A quantidade de alimentos que desperdiçamos podia alimentar mais do dobro das pessoas que passam fome no mundo. As famílias portuguesas deitam ao lixo cerca de 540 € por ano! Se o desperdício alimentar fosse um país, seria o 3º com mais emissão de gases de efeito de estufa.

Segundo a FAO (2011) são desperdiçados 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos por ano! É um número tão grande que se torna difícil criar uma imagem mental do que se está a falar. Mas se pensarmos que a cada três refeições que fazemos na tua casa, uma seria completamente deitada fora, provavelmente apercebemo-nos que multiplicado por todas as casas do mundo, resultaria num impacto devastador a nível social, ambiental e económico.

E se te dissermos que:

  • Se 20% dos alimentos que compras para a tua casa forem desperdiçados, segundo o INE (2017) a tua família perde cerca de 540 € por ano!
  • De acordo com o WFP (2020), se o desperdício atual fosse totalmente revertido, seria possível alimentar cerca de 2 mil milhões de pessoas, ou seja, mais do dobro das pessoas que passam fome no mundo!
  • Os alimentos que são desperdiçados deixam no planeta uma pegada de carbono (gases com efeito de estufa que são emitidos na produção do alimento) e uma pegada hídrica (água necessária para a sua produção).
  • Não são os transportes que emitem mais gases de estufa para a atmosfera do planeta, mas sim a produção de alimentos, segundo a APN (2017).
  • O desperdício alimentar é responsável pela emissão de 3.3 mil milhões de toneladas de gases com efeito estufa na atmosfera do planeta, pelo que se o desperdício fosse um país, estaria em 3º lugar ao lado da China e dos Estados Unidos da América – países com maior pegada de carbono, de acordo com os dados da FAO (2013).
  • A FAO (2013) também concluiu que os alimentos produzidos e não consumidos utilizam um volume de água equivalente ao fluxo anual do rio Volga, na Rússia, e que é gasta mais água para a produção dos alimentos que são desperdiçados do que toda a água necessária para a agricultura de qualquer país no mundo!

Por falar em pegadas… existem alimentos com mais impacto no planeta?

Segundo a APN (2017), a carne, em especial a carne vermelha, assim como o leite e derivados são os responsáveis pelas maiores pegadas no planeta. Por exemplo, ao desperdiçar um kilo de bife de vaca, estamos a deitar fora 15 500 L de água virtual (a água que não se vê mas que foi utilizada na produção desse alimento) ! Por outro lado, os hortícolas e as frutas são os alimentos com pegadas menores. Mas cuidado com as frutas exóticas vindos do outro lado do mundo, como o abacate e a manga! Prefere frutas e hortícolas locais, produzidas em Portugal e respeita a sua época do ano ideal, pois contribui para diminuir a pegada desse alimento!

Dica! Sabias que podes ajudar o planeta e a tua saúde?

Opta pelos alimentos com menor impacto ambiental, pois de acordo com o Modelo da Dupla Pirâmide da BCFN (2015), coincide com os alimentos para os quais se recomenda um consumo em maior quantidade para a prática de uma alimentação saudável.

 

Participa no Green Chef e ajuda a combater o desperdício alimentar.