14 Novembro, 2016

Green Chef junta-se ao Banco Alimentar

Educação do consumidor

A DECO e o Banco Alimentar contra a Fome estabeleceram uma parceria com o objetivo de sensibilizar os jovens consumidores para a importância do combate ao desperdício alimentar e para uma mudança de atitudes, comportamentos e conhecimento, numa perspetiva do uso sustentável dos alimentos.

O Concurso Green Chef 3 é especialmente dirigido às escolas, com o objetivo de sensibilizar os jovens consumidores para a importância do combate ao desperdício alimentar e para a adoção de comportamentos de consumo responsáveis.

A parceria da DECO com o Banco Alimentar surge numa altura em que se reconhece que todos os agentes da cadeia alimentar (desde os produtores, processadores, distribuidores, vendedores e, não menos importante, os consumidores) têm um papel a desempenhar na prevenção e redução do desperdício alimentar. Esta é, ainda, uma excelente oportunidade para que os jovens consumidores sejam despertados para a cidadania e voluntariado.

Visite e participe na ação do Banco Alimentar da sua região

Com o objetivo de conhecer e intervir mais ativamente na sociedade, é dada a possibilidade das escolas participantes do Concurso Green Chef 3, visitarem os Bancos Alimentares da sua região.

Visitar e colaborar no Banco Alimentar da região é uma excelente oportunidade de exercer a cidadania dos mais jovens, contribuindo para a formação de cidadão responsáveis, autónomos e solidários. 

Para marcar uma visita com os seus alunos ao Banco Alimentar, consulte os contactos do Banco Alimentar mais próximo da sua escola e contacte-o diretamente, via telefone.

Depois conte-nos como foi!

Envie um email com o testemunho e uma foto da visita dos seus alunos ao Banco Alimentar da sua região para decojovem@deco.pt.

Bancos Alimentares do País

mapa_bancos2014

Consulte os contactos da sua região.

O Banco Alimentar contra a Fome

Em 1992, foi criado em Portugal o primeiro Banco Alimentar Contra a Fome. Com base nos princípios da dádiva e da partilha, na gratuitidade das contribuições, na luta contra o desperdício de produtos alimentares e na sua repartição pelas pessoas mais necessitadas, através de instituições de solidariedade, que se assistiu em Abril de 1990, à constituição do Banco Alimentar Contra a Fome em Lisboa. Foram também estes os princípios que estiveram na génese de todos os Bancos que se seguiram.

Os Bancos Alimentares contra a Fome são Instituições Particulares de Solidariedade que lutam contra o desperdício de produtos alimentares encaminhando-os para a distribuição gratuita às pessoas carenciadas. São organizações de pessoas voluntárias que desejam minorar o problema da fome numa região definida.

O objetivo do Banco Alimentar é aproveitar onde sobra, para distribuir onde falta e evitar o desperdício de alimentos, fazendo-os chegar às pessoas desfavorecidas.

Para além da entrega gratuita de alimentos destinados às pessoas com carências alimentares, os Bancos Alimentares acompanham e partilham a ação das instituições no sentido de lutar contra a exclusão social.

Saiba mais no site do Banco Alimentar.