Olá! Hoje é dia 21 Agosto de 2017

Chef Fish, há novidades fresquinhas sobre a pesca portuguesa em 2016!

Agora que as inscrições do Concurso Chef Fish já terminaram, os concorrentes já podem começar a planear as suas receitas de pescado sustentável.

Agora que as inscrições do Concurso Chef Fish já terminaram, os concorrentes já podem começar a planear as suas receitas de pescado sustentável.

Consultem o E-book Chef Fish para saber quais as espécies de pescado que se podem consumir mais frequentemente ou as que se devem consumir moderadamente para realizarem os vossos vídeos!

Sabiam que…

As capturas em águas portuguesas aumentam 11% em 2016, mas sofrem cortes na pesca da sardinha, areeiro e tamboril. Os pescadores portugueses vão poder pescar mais lagostim, carapau e biqueirão nas águas nacionais em 2016, num total de 63.524 toneladas, segundo o que foi acordado em Bruxelas. O governo fala de um bom resultado.

Mais quantidade de carapau

Relativamente a 2015, o carapau é o peixe que poderá ser mais capturado, tendo sido autorizada a pesca de 50.839 toneladas, seguindo-se o biqueirão (5.542 toneladas) e a pescada (3.097 toneladas).

A quota de lagostim, um marisco com elevado valor comercial, sobe 26%, mais 6% do que inicialmente tinha sido proposto pela Comissão Europeia, e a quota da raia mantém-se.

No caso do tamboril, o corte de 19% foi suavizado para 14%, após cerca de 40 horas de negociações, que começaram na segunda-feira de manhã e terminaram pelas 02h00 desta quarta-feira.

Menos quantidade de pescada

A pescada é o stock que mais desce, com um corte de 25% (inicialmente estava proposto um de 61%), havendo ainda uma baixa de 1% nas capturas de areeiro em águas portuguesas.

Mesma quantidade de bacalhau

Quanto ao bacalhau tinha sido decidido um corte de 14%, nas capturas na Noruega. Contudo, após as negociações em Bruxelas ficou decido que graças à cativação de 25 mil toneladas de verdinho* que servirá como moeda de troca para Portugal manter a mesma quota de bacalhau que temos hoje.

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, garantiu ainda que a captura de pescado será sempre em respeito pelas exigências ambientais e de preservação das espécies marinhas.

Já conhecia o Verdinho?

Galdus_poutassou.Lirio1

 

  • O verdinho um peixe de corpo alongado, três barbatanas dorsais, duas barbatanas anais, uma barbatana caudal, um par de barbatanas peitorais e um par de barbatanas pélvicas. A sua coloração é acinzentada, aproximando-se do branco na zona ventral.
  • Vive em climas temperados, essencialmente no Nordeste Atlântico.
  • Em Portugal o verdinho é pescado por arrasto de fundo em pescas dirigidas a crustáceos e peixe.